BB inicia pagamento do Auxílio Emergencial a clientes já incluídos no Cadastro Único

BB inicia pagamento do Auxílio Emergencial a clientes já incluídos no Cadastro Único

Site do BB permite consultar CPF dos clientes que receberão o Auxílio nesta etapa dos pagamentos.

O Banco do Brasil (BB) iniciou desde quinta-feira, 9, o pagamento do Auxílio Emergencial para os clientes que já integram o Cadastro Único (CadÚnico) e mantêm conta corrente ou conta de poupança na instituição. O primeiro lote de pagamento contempla 436 mil clientes.

Os depósitos foram realizados em contas de poupança vinculadas às contas correntes ou às contas de poupança já existentes na instituição, mas com variação exclusiva, a 73, criada especialmente para o recebimento desse benefício.  

As novas contas de poupança com variação 73 foram criadas pelo Banco do Brasil, sem a necessidade de apresentação de documentos, e são isentas de cobrança de tarifas. Essas contas podem ser movimentadas com os cartões de débitos já em posse dos clientes para as contas correntes ou contas de poupanças  já existentes.

Com o uso dos cartões diretamente no comércio, não é necessário realizar o saque dos recursos, mas caso seja esta a necessidade dos clientes, a retirada pode ser realizada nos terminais de autoatendimento do BB, do Banco 24 Horas ou em correspondentes bancários.
 
O BB ainda disponibiliza diversas soluções digitais, como o aplicativo BB (smartphone) e o WhatsApp (61) 4004-0001. Por esses canais, é possível utilizar serviços como extrato, pagamento de boletos e contas, bem como transferências gratuitas para qualquer banco. Os clientes também têm à disposição a Central de Atendimento BB (0800-729-0001).

Consultas por CPF


O site www.bb.com.br/auxilio permite a pesquisa por CPF, para verificar se o benefício já foi creditado no BB. A página também oferece diversas informações sobre procedimentos para recebimentos dos recursos. Em caso de dúvidas o cliente também tem a opção de ligar para o telefone 4003-5285 (capitais e regiões metropolitanas) e 0800 729 5285 (demais localidades).

Os clientes contemplados com o crédito nesta fase dos pagamentos recebem avisos do Banco do Brasil por SMS e mensagens em extratos.

O BB recomenda expressamente que os clientes façam a pesquisa sobre a disponibilidade dos recursos no site www.bb.com.br/auxilio, antes de realizar qualquer deslocamento para utilizar ou sacar os benefícios, o que evitará aglomerações no comércio ou nas agências bancárias.

Em caso de dúvidas sobre a indisponibilidade dos recursos, os clientes devem consultar o site https://auxilio.caixa.gov.br ou o aplicativo “Caixa Auxílio Emergencial” para verificar se fazem parte do público-alvo inicial ou para se cadastrarem. Dúvidas também podem ser esclarecidas no telefone 111.

O Banco do Brasil reafirma o compromisso de que os recursos recebidos na forma do Auxílio Emergencial não serão utilizados para amortização de saldo devedor de cheque especial, pagamento de dívidas contratadas previamente junto à instituição ou pagamento de tarifas.

Os depósitos da primeira parcela seguirão o cronograma abaixo:

  • Quinta-feira, 9 de abril: Recebem as pessoas que estão no Cadastro Único, sem Bolsa Família e têm conta no Banco do Brasil (BB) ou poupança na Caixa Econômica Federal;
  • De 14 a 17 de abril: É a vez das pessoas que estão no Cadastro Único, que não recebem Bolsa Família e também NÃO têm conta na Caixa ou no BB, conforme data de aniversário do beneficiário. Dia 14: nascidos em janeiro. Dia 15: nascidos em fevereiro, março e abril. Dia 16: maio, junho, julho e agosto. Dia 17: nascidos em setembro, outubro, novembro e dezembro;
  • Últimos 10 dias úteis de abril: Reservados para beneficiários do Bolsa Família, conforme cronograma já previsto no programa;
  • Em até 5 dias úteis após inscrição no aplicativo ou pelo site, o dinheiro estará disponível para trabalhadores informais que não estão no Cadastro Único nem no Bolsa Família.

Resumo do calendário de liberação dos recursos

Não tenho conta, como faço?

Mesmo as pessoas que não possuem conta em nenhum banco poderão receber o dinheiro. De acordo com a Caixa, será criada uma espécie de conta-poupança digital gratuita. Só nesta semana, a instituição informa que serão abertas 6,6 milhões de contas grátis para receber o auxílio.

Não haverá cartão físico para saques. Retiradas de dinheiro em espécie seguirão um outro calendário e serão liberadas por meio de código de aplicativo.

Por enquanto, quem receber o auxílio não poderá sacá-lo. Não adianta ir nas agências, lotéricas ou caixa automático. O saldo estará disponível somente de modo virtual. Ideia é evitar filas e aglomerações neste momento de quarentena.

Pagamento de contas e até três transferências (DOC ou TED) em 90 dias poderão serão realizados sem cobrança de tarifas pelo aplicativo Caixa Tem.

Beneficiários do Bolsa Família que estejam elegíveis ao auxílio só recebem a primeira parcela de R$ 600 entre 16 e 30 de abril. Eles poderão realizar saques com o cartão social, assim como fariam se estivessem recebendo do próprio Bolsa Família.

Calendário de saques da primeira parcela

A Caixa divulgou ontem o novo calendário de saques da primeira das três parcelas do benefício. As retiradas poderão ser feitas em caixas eletrônicos e nas lotérias, por meio de liberação de código no aplicativo Caixa Tem. Os saques também seguem ordem de nascimento dos trabalhadores, segundo o cronograma abaixo:

  • 27 de abril – saques para nascidos em janeiro e fevereiro
  • 28 de abril – saques para nascidos em março e abril
  • 29 de abril – saques para nascidos em maio e junho
  • 30 de abril – saques para nascidos julho e agosto
  • 04 de maio – saques para nascidos em setembro e outubro
  • 05 de maio – saques para nascidos em novembro e dezembro

O auxílio emergencial será divido em três parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil cada, duas delas serão pagas em abril e a restante no fim de maio. A lei permite que o período da ajuda seja prorrogado pelo Executivo caso necessário. O calendário de saques para a segunda e terceira parcela ainda não foi divulgado. Mas dois últimos depósitos virtuais já têm data para sair:

Segunda parcela do depósito virtual – abril/maio

Com execeção dos beneficiários do Bolsa Família, os depósitos também serão realizados conforme o mês do aniversário do trabalhador:

  • Entre 27 e 30 de abril: Recebem todos aqueles na base de dados do Cadastro Único e os que se inscreveram pelo site ou aplicativo do auxílio emergencial. Dia 27 será depositado o dinheiro daqueles nascidos em janeiro, fevereiro e março. Dia 28 é a vez dos nascidos em abril, maio e junho. Dia 29 recebem os aniversariantes de julho, agosto e setembro. No dia 30, os pagamentos serão para os nascidos em outubro, novembro e dezembro.
  • Últimos 10 dias úteis de maio: Reservados para beneficiários do Bolsa Família, conforme cronograma já previsto no programa.

Terceira parcela do depósito virtual – maio/junho

  • Entre 26 e 29 de maio: Recebem todos aqueles na base de dados do Cadastro Único e os que se inscreveram no pelo site ou aplicativo do auxílio emergencial. Dia 26 de maio será depositado o dinheiro daqueles nascidos em janeiro, fevereiro e março. Dia 27 de maio é a vez dos nascidos em abril, maio e junho. Dia 28 de maio recebem os aniversariantes de julho, agosto e setembro. No dia 29 de maio, os pagamentos serão para os nascidos em outubro, novembro e dezembro.
  • Últimos 10 dias úteis de junho: Reservados para beneficiários do Bolsa Família, conforme cronograma já previsto no programa.
Redação GPS
Protegido por Direitos Autorais. Compartilhe o conteúdo usando os botões das redes sociais no final da matéria.