Magistério de Sapé não tem o que comemorar no dia do professor

Redação GPS em GPS
O site Gestão Pública e Sociedade - GPS (www.gestaopublicaesociedade.com.br) é uma iniciativa de cidadãos preocupados em acompanhar, interagir e participar da gestão pública, fiscalizando recursos, denunciando abusos e desvios, combatendo a corrupção e atuando ativamente através de ferramentas e instituições públicas, privadas e não governamentais para melhorar a qualidade da política e a eficiência e eficácia na gestão pública.
Redação GPS

Congelamento de salários, calote nos anuênios e supressão de direitos do magistério marcam os 8 anos da gestão pública municipal em Sapé

O Portal GPS fez um levantamento dos quase oito anos de governo do prefeito de Sapé, Roberto Feliciano (Cidadania) e concluiu que a atual gestão municipal impôs enormes perdas salariais e supressão de direitos ao magistério público municipal. Há 8 anos que os professores só recebem o reajuste do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) e alguns benefícios do plano de cargos e salários da categoria, não sendo dado um único centavo de aumento real em quase uma década. A categoria também não vem recebendo o rateio anual do Fundeb e todas essas perdas vêm corroendo o poder de compra dos profissionais de educação de Sapé.

Direitos garantidos por lei como o pagamento de anuênios e progressão por tempo de serviço vêm sendo sistematicamente negados aos professores. “O sindicato da categoria vem abarrotando o judiciário com processos individuais para o pagamento de anuênios, onde na maioria das vezes são celebrados acordos em que os professores têm que abrir mão de parte de seus direitos para terem seus anuênios garantidos. Essa é a política de valorização dos professores nesse governo”, Disse Jorge Galdino, editor do GPS e ex-presidente do sindicato da categoria.

A maior “obra” do governo municipal é pagar os salários dos servidores em dia, como se isso fosse favor ou benefício. “O governo municipal vive anunciando como obra o pagamento de salários em dia, como se fosse um favor ou um programa de governo. Os professores são pagos com recursos Fundeb e a prefeitura apenas repassa esses valores. Já os direitos garantidos no Plano de Cargos e Salários foram frutos de muita luta da categoria durante décadas e muitos deles vêm sendo negligenciados por essa gestão”. Disse Galdino.

Capangas foram contratados para agredir professores em greve

O GPS retroagiu ainda mais na linha do tempo e lembrou de como os professores eram tratados nas gestões dos ex-prefeitos José Feliciano (irmão do atual prefeito) e de Maria Luíza. “A gestão de Luíza e de Zé Feliciano foram desastrosas para os professores. Greves, ocupação de prefeitura, manifestações, acampamento na frente do prédio do Executivo e todo tipo de desrespeito aos professores. Houve até agressão a professores que legitimamente reivindicavam seus direitos acampados em uma tenda em frente à prefeitura. Todo mundo conhece esse fato terrível. Agora tanto Luíza quanto Zé Feliciano querem voltar ao poder através de candidaturas terceirizadas”, complementou.

Professores acampados em frente à Prefeitura de Sapé na gestão de Maria Luíza

A legislação que rege a remuneração do magistério é complexa e muitas vezes a própria categoria desconhece a metodologia e as nuances que regem o assunto. “Todos falam que Educação e Saúde são essenciais, mas não existe excelência nessas áreas se professores e auxiliares não forem respeitados, valorizados e capacitados. Os professores conquistaram com muita luta importantes ferramentas como o Plano de Carreiras e Remunerações, mas adormeceram na última década, deixaram de realizar campanhas salariais, de reivindicar percentuais maiores que o mínimo de 60% do Fundeb para remunerações e não avançaram na modernização da legislação”. Disse Galdino.

Manifestação em frente à prefeitura de Sapé

O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE) emitiu vários alertas em 2019 sobre  aplicações em Manutenção e Desenvolvimento do Ensino (MDE) inferiores ao mínimo constitucional de 25% das receitas e transferências de impostos, despesas com pessoal e encargos do Executivo Municipal acima do limite legal (54% da RCL), exclusive Contribuição Previdenciária Patronal (PN-TC-12/2007), dentre outras irregularidades que desvalorizam o ensino e atinge diretamente as condições de trabalho e a remuneração dos professores da rede pública municipal.

Do Portal GPS.

Paraibano participa do “Quem Quer Ser o Milionário”, do Caldeirão do Huck

Redação GPS em GPS
O site Gestão Pública e Sociedade - GPS (www.gestaopublicaesociedade.com.br) é uma iniciativa de cidadãos preocupados em acompanhar, interagir e participar da gestão pública, fiscalizando recursos, denunciando abusos e desvios, combatendo a corrupção e atuando ativamente através de ferramentas e instituições públicas, privadas e não governamentais para melhorar a qualidade da política e a eficiência e eficácia na gestão pública.
Redação GPS

Coveiro e fisioterapeuta diz já ter sofrido com preconceito e quer abrir seu próprio consultório

Sérgio Ferreira, natural do município de Sapé, na Zona da Mata paraibana, está participando no quadro “Quem Quer Ser o Milionário”, do Caldeirão do Huck.

O sapeense entrou no jogo no último sábado (03), acompanhado de sua companheira Amanda, na plateia virtual do Caldeirão.

Durante sua participação, Sérgio, que é coveiro e fisioterapeuta, contou que já sofreu preconceito com a primeira profissão.”Já perdi alguns pacientes quando souberam que eu era coveiro. Alguns coveiros estavam cobrindo a face para não aparecerem porque estavam sofrendo preconceito nessa pandemia”, desabafa.

O participante também disse que pretende seguir somente como fisioterapeuta e que quer ganhar o prêmio para abrir seu próprio consultório. “Faço as duas coisas ao mesmo tempo. Geralmente eu revezo, vou pela manhã para o cemitério, preparo o túmulo e vou para casa. Tomo banho, almoço e vou fazer o atendimento.”

Com 15 mil reais garantidos na primeira etapa, ele volta no próximo sábado (10), para continuar a busca pelo tão sonhado prêmio de 1 milhão.

Por Rony Nascimento – GShow.

MPE requer investigação por prática de crimes e aplicação de multa contra partido e pré-candidato a prefeito de Sapé

Redação GPS em GPS
O site Gestão Pública e Sociedade - GPS (www.gestaopublicaesociedade.com.br) é uma iniciativa de cidadãos preocupados em acompanhar, interagir e participar da gestão pública, fiscalizando recursos, denunciando abusos e desvios, combatendo a corrupção e atuando ativamente através de ferramentas e instituições públicas, privadas e não governamentais para melhorar a qualidade da política e a eficiência e eficácia na gestão pública.
Redação GPS

O Ministério Público Eleitoral (MPE) da Paraíba pugnou pela execução de multa no valor de R$ 10 mil e pela remessa de cópia dos autos à Delegacia de Polícia para que seja apurada a prática de crimes de desobediência (disposto no artigo 330 do Código Penal) e de infração de medida sanitária preventiva (artigo 268 do Código Penal) pelo Partido Progressista (PP), em seu diretório na cidade de Sapé, e pelo pré-candidato a prefeito do município, Luiz Limeira Ribeiro Neto.

Conforme explicou a promotora de Justiça a 4ª Zona Eleitoral de Sapé, Caroline Freire, o diretório municipal do PP e o pré-candidato foram alvos de uma representação eleitoral, que teve como objetivo impedir a realização de convenção partidária presencial, no último dia 16, uma vez que a divulgação sobre o evento, com chamamento da população em geral, configurava a perda da função intrapartidária da convenção e provocaria, inevitavelmente, uma aglomeração incontrolável de pessoas, contrastando com as políticas adotadas em todas as esferas públicas de controle ao novo coronavírus.

Na representação, a promotoria argumentou que até a véspera da convenção partidária, o município de Sapé estava classificado na bandeira “laranja”, pelo plano Novo Normal Paraíba, o que requer medidas restritivas para conter a propagação do novo coronavírus, como a proibição de eventos que possam provocar a aglomeração de pessoas.

A juíza eleitoral, Andréa Targino, deferiu os pedidos do MPE e fez uma série de determinações para que fosse possível a realização da convenção partidária no último dia 16, como a retirada das publicações nas redes sociais do pré-candidato que convidavam os eleitores e demais cidadãos para o evento (inclusive com o oferecimento de transporte); a adoção de medidas para dificultar e impedir a aglomeração de pessoas no local do evento e a proibição da entrada de munícipes e possíveis eleitores no local e hora da reunião pública da convenção do PP, permitindo apenas a participação de pessoas efetivamente filiadas ao partido. O pré-candidato também foi proibido de fazer campanha antecipada e pedir explicitamente votos.

Descumprimento da decisão judicial

Segundo o MPE, apesar de notificação temporal dos representados, a convenção ocorreu na formatação de verdadeiro comício, desrespeitando quase que na íntegra a decisão judicial. O descumprimento é comprovado por fotos e vídeos, que foram anexados aos autos. As imagens mostram que adentraram no local um número indeterminado de pessoas, sem qualquer controle quanto aos sintomas da covid-19 e filiação aos partidos que compunham a chapa majoritária encabeçada pelo Partido Progressista.

Conforme destacou a promotora eleitoral, as convenções partidárias têm viés intrapartidário e servem para divulgar junto aos convencionados o nome daqueles que pretendem se candidatar pela sigla, devendo toda a divulgação em torno do evento ser restrita aos limites do partido e de sua coligação, sob risco de caracterizar propaganda eleitoral antecipada.

“Os fatos trazidos à tona desmoralizam o Judiciário ao ver-se que se descumpriu determinação clara de restrição do evento aos filiados políticos dos partidos que compunham a chapa majoritária, bem como às medidas sanitárias de precaução à covid-19, ocorrendo na verdade uma invasão ao local marcado para a convenção, que transformou-se num grande comício. Ademais, a direção do partido e o próprio pré-candidato desprezaram completamente o estado de pandemia em que vivemos, onde a covid-19 já ceifou a vida de mais de um milhão de cidadãos brasileiros, colocando em risco todos aqueles simpatizantes da agremiação ao convidar abertamente, por vários meios, a população sapeense para o evento, culminando com uma aglomeração desordenada e sem controle no ponto marcado para a convenção partidária”, criticou Caroline.

Do MPPB

AABB-Sapé lança campanha de primavera para ampliação do quadro associativo

Redação GPS em GPS
O site Gestão Pública e Sociedade - GPS (www.gestaopublicaesociedade.com.br) é uma iniciativa de cidadãos preocupados em acompanhar, interagir e participar da gestão pública, fiscalizando recursos, denunciando abusos e desvios, combatendo a corrupção e atuando ativamente através de ferramentas e instituições públicas, privadas e não governamentais para melhorar a qualidade da política e a eficiência e eficácia na gestão pública.
Redação GPS

Clube também quer recuperar associados com negociação das mensalidades em atraso

A Associação Atlética Banco do Brasil (AABB-Sapé) lançou nesta terça-feira (22), início da primavera, uma campanha para ampliar o quadro associativo do clube. A campanha prevê associações comunitárias, em que o associado inclui seus dependentes, e associação individual, mantendo os valores congelados desde o início do ano até o dia 31 de dezembro. A campanha também foca na recuperação de associados que deixaram o clube por conta da pandemia de Covid-19.

Por conta das regras de distanciamento social e para melhor controle e segurança, a AABB-Sapé agora é exclusiva para associados, valorizando a iniciativa associativa, oferecendo produtos e serviços personalizados e promovendo um ambiente mais familiar e restrito a associados, dependentes e convidados. Em eventos sociais, culturais e desportivos existe a possibilidade de abertura ao acesso do público em geral.

associação comunitária é destinada a qualquer pessoa da comunidade. Nessa modalidade, o associado inclui seus dependentes econômicos, pagando uma taxa de associação de R$ 75,00 e mensalidades também de R$ 75,00. Pagando as mensalidades em dia, o associado ganha seis convites mensais para presentear parentes, amigos e colegas de trabalho. O clube oferece piscinas adulto e infantil, cascata, lago dos golfinhos, churrasqueira, parque infantil, áreas para prática de esportes, salão social, lanchonete, sinuca, jogos de tabuleiro e eventos sociais, culturais e esportivos.

associado individual é outra modalidade oferecida para o clube, geralmente destinada a pessoas que procuram o clube para prática de esportes. O associado individual não inclui dependentes. A taxa de associação é de R$ 40,00 e mensalidades também custa R$ 40,00. O associado individual ganha dois convites mensais no pagamento em dia das mensalidades.

O clube oferece diversos canais para a associação. O interessado pode efetuar sua associação de forma presencial na sede do clube aos sábados, domingos e feriados, apresentando documentos de identidade e CPF do titular e dos dependentes, pagando a taxa de associação no ato da inscrição, ou através da internet, onde é possível realizar a associação través de computadores, tabletes ou smartphones preenchendo e enviando o formulário on-line e pagando a taxa de associação através de boleto bancário. O clube também disponibiliza agentes credenciados para fazer associação em diversos pontos da cidade. As mensalidades também são pagas através de boletos bancários ou cartão de crédito.

Já para aqueles que, por algum motivo, se desligaram do quadro associativo do clube, a campanha oferece a chance de quitar débitos pagando o valor de R$ 100,00, que ainda pode ser divido em até 4 vezes (1+3). O acordo quita todos os débitos em atraso, independente do valor, e as parcelas são incluídas nas mensalidades. “Por conta da pandemia, alguns associados tiveram dificuldades em pagar as mensalidades. Então resolvemos dar essa oportunidade a todos que tenham dívidas com o clube de retomar às suas atividades associativas. Assim recompomos nosso quadro social e revitalizamos a AABB. Esta oportunidade é única para quem está inadimplente, não importa o tempo nem o valor, tudo é quitado com o pagamento promocional de R$ 100,00 que ainda pode ser parcelado”, disse Jorge Galdino, presidente do clube. A negociação vale até o dia 15 de outubro.

As campanhas de captação de novos associados e de pagamento facilitado de mensalidades em atraso já foram disponibilizadas nos canais oficiais do clube e também serão enviados links para acessos através de e-mail, SMS e redes sociais, além de divulgação massificada através de outros meios de comunicação.  

*** Clique AQUI e faça sua associação on-line.

*** Para aderir à negociação facilitada envie uma mensagem para o WhatsApp (83) 9.9110-9610.

*** Clique AQUI e acesse o site da AABB-Sapé


Por Jorge Galdino – Jornalista – Portal GPS

UFPB oferta 450 vagas para licenciatura EAD em Letras, Matemática e Biológicas

Redação GPS em GPS
O site Gestão Pública e Sociedade - GPS (www.gestaopublicaesociedade.com.br) é uma iniciativa de cidadãos preocupados em acompanhar, interagir e participar da gestão pública, fiscalizando recursos, denunciando abusos e desvios, combatendo a corrupção e atuando ativamente através de ferramentas e instituições públicas, privadas e não governamentais para melhorar a qualidade da política e a eficiência e eficácia na gestão pública.
Redação GPS

As inscrições devem ser efetuadas até a próxima segunda-feira (21)

A Universidade Federal da Paraíba (UFPB), através da Pró-reitoria de Graduação (PRG), tornou público processo seletivo 2021.1 para ingresso nos cursos de licenciatura em Letras, Matemática e Ciências Biológicas, na modalidade de Educação a Distância (EAD), no âmbito do Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB). As três graduações têm duração de quatro anos.

As inscrições, de acordo com o edital, devem ser efetuadas até a próxima segunda-feira (21),  exclusivamente através de página eletrônica destinada a seleções da UFPB. A taxa de inscrição é de R$ 40. A isenção deve ser solicitada até esta terça (15).

Das vagas oferecidas, 50% serão para ampla concorrência e 50% para cotas. A maioria dos polos é na Paraíba, mas há oferta para Pernambuco e Bahia.

A classificação dos candidatos será realizada de acordo com as notas obtidas nas provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem ) de 2017, 2018 e 2019, tendo como critério de seleção a maior delas.

A divulgação do resultado preliminar está prevista para 8 de outubro. O resultado final, após recursos, em 23 de outubro.

O edital do cadastramento, que é um ato obrigatório, com a finalidade de vincular o candidato classificado à UFPB, será publicado até 23 de outubro, no site da Pró-reitoria de Graduação (PRG) e na página da Superintendência de Educação a Distância (SEAD) da UFPB.

A lista de classificados e edital de cadastramento referentes à segunda chamada serão divulgados em 10 de novembro, também no site da Pró-reitoria de Graduação (PRG) e na página da Superintendência de Educação a Distância (SEAD) da UFPB. Outras chamadas poderão ser publicadas se necessário e em compatibilidade com o calendário acadêmico da UFPB.

A matrícula em disciplinas dos candidatos classificados e cadastrados será realizada pelas respectivas coordenações de curso, conforme o calendário acadêmico da UFPB para os cursos à distância, a ser aprovado pelo Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) e disponibilizado no site da Pró-reitoria de Graduação (PRG) e na página da Superintendência de Educação a Distância (SEAD) da UFPB.

Na primeira matrícula em disciplinas, não será concedido trancamento parcial ou total, nem matrícula institucional, ressalvados os casos decorrentes de legislação específica.

Informações sobre os cursos estão disponíveis na página da Superintendência de Educação a Distância (SEAD) da UFPB. Outros detalhes devem ser consultados no edital ou através do correio eletrônico processoseletivouab2020@virtual.ufpb.br.

* * *
Reportagem e Edição: Pedro Paz
Ascom/UFPB

Protegido por Direitos Autorais. Compartilhe o conteúdo usando os botões das redes sociais no final da matéria.