Com verbas de transações penais, Jecrim entrega instrumentos musicais à Escola de Artes de Sapé

Com verbas de transações penais, Jecrim entrega instrumentos musicais à Escola de Artes de Sapé

Mais uma instituição social foi beneficiada com verbas oriundas de transações penais que permitiram a doação de instrumentos musicais feita pelo Juizado Especial Criminal (Jecrim) de João Pessoa. Desta vez, foi a Escola Municipal de Artes, localizada na cidade de Sapé-PB. O ato aconteceu nessa terça-feira (10) e foi oficializado por meio de um convênio firmado entre a unidade judiciária e o educandário. As doações serão utilizadas pela comunidade assistida pelo estabelecimento de ensino.

“Foram entregues 4 violinos e 1 viola (de arco), além de diversos encordoamentos, para atender à demanda da escola, que trabalha com crianças e idosos da localidade”, explicou o titular do Jecrim, juiz Hermane Gomes Pereira.

Juiz Hermance Gomes

O magistrado observou, ainda, que a parceria segue orientação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e da Corregedoria-Geral da Justiça, no que se refere à destinação das verbas oriundas das transações penais.

O professor da Escola de Artes Jairo Cézar comentou que, por meio desse convênio, a Escola amplia, consideravelmente, a capacidade de atendimento. “O Jecrim tem nos ajudado muito, já faz tempo. Biblioteca, equipamentos para produção audiovisual e, agora, instrumentos de cordas e jogos de encordoamentos. Os estudantes agradecem ao juiz Hermance e toda sua equipe pelo olhar sensível para com a comunidade”, ressaltou.

Já o gerente de Fomento à Cultura do Município de Sapé, Areilton Martins da Silva, que recebeu o material em nome da instituto de ensino, comentou que a parceria com o Jecrim é de fundamental importância para o cumprimento da missão da Escola Municipal de Arte. “A ação proporciona o fortalecimento e a ampliação do acesso de qualidade às artes na cidade de Sapé”, destacou.

Por Lila Santos/Gecom-TJPB

Redação GPS
Protegido por Direitos Autorais. Compartilhe o conteúdo usando os botões das redes sociais no final da matéria.