Em Sapé, 57 pessoas tiveram o auxílio emergencial creditado em conta poupança no Banco do Brasil

Em Sapé, 57 pessoas tiveram o auxílio emergencial creditado em conta poupança no Banco do Brasil

O auxílio emergencial de R$ 600 será pago por três meses a trabalhadores de baixa renda prejudicados pela pandemia do covid-19. Nesta quinta(09), 57 clientes do BB em Sapé tiveram os repasses efetuados em conta poupança

O Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal iniciaram hoje o pagamento de um auxílio emergencial de R$ 600, pago por três meses, a trabalhadores de baixa renda prejudicados pela pandemia do covid-19,de acordo com o aprovado na Lei 13.982, de 02 abril de 2020. Os créditos  tiveram início hoje (09/04), para beneficiários correntistas e poupadores do BB e da Caixa.

Em Sapé, o Banco do Brasil informou que 57 clientes tiveram os créditos transferidos para conta poupança com variação 73, uma variação especial que identifica o benefício depositado pelo Ministério da Cidadania. O Banco do Brasil disponibilizou uma página na internet com informações  sobre o auxílio. É possível consultar se seu benefício já está disponível apenas digitando o CPF. O endereço é https://www.bb.com.br/pbb/pagina-inicial/auxilio-emergencial#/

Poderão receber o auxílio trabalhadores informais, microempreendedores individuais e os beneficiários do Programa Bolsa Família (que optem pelo auxílio emergencial).

Para receber o benefício é necessário ser maior de 18 anos, não ter emprego com carteira assinada, não receber benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou outro programa de transferência de renda que não seja o Bolsa Família, ter renda familiar mensal por pessoa de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal de até três salários (R$ 3.135,00) e não ter recebido rendimentos tributáveis, em 2018, acima de R$ 28.559,70.

Será preciso exercer a atividade profissional como MEI, ser contribuinte individual ou facultativo no regime previdenciário e ser trabalhador informal inscrito no Cadastro Único (CadÚnico).

A lei inclui categorias como: agricultores familiares, caminhoneiros, diaristas, garçons, catadores de recicláveis, manicures, camelôs, artistas, pescadores e taxistas.

Os pagamentos foram iniciados pelos trabalhadores informais registrados no Cadastro Único do Governo Federal vão receber o crédito de forma automática. Já os trabalhadores informais que não têm cadastro em nenhum programa do Governo Federal devem solicitar o benefício por meio do site https://auxilio.caixa.gov.br e aplicativo “Caixa Auxílio Emergencial” disponibilizados pela Caixa Econômica Federal e que pode ser baixado nas lojas IoS e Android. Saiba mais em: http://www.caixa.gov.br/auxilio/Paginas/default2.aspx.

Da Redação do GPS com informações do Banco do Brasil

Redação GPS
Protegido por Direitos Autorais. Compartilhe o conteúdo usando os botões das redes sociais no final da matéria.