Prefeito grava vídeo 48 dias após decreto de situação de emergência e fala sobre o Coronavírus em Sapé

Prefeito grava vídeo 48 dias após decreto de situação de emergência e fala sobre o Coronavírus em Sapé

Pronunciamento acontece em meio a cobranças da população. Prefeito diz que município ainda não recebeu recursos e criticou as fake news

O prefeito de Sapé, Flávio Roberto Malheiros Feliciano (Cidadania), divulgou vídeo institucional na tarde de hoje (06), quando falou sobre as ações da prefeitura para combater o aumento de casos da Covid-19 em Sapé. O pronunciamento acontece 48 dias depois do decreto de emergência em saúde pública publicado no último dia 17 de março. A população cobrava um posicionamento do poder público diante da crescente alta no número de infectados no município. O vídeo foi publicado no Instagram pessoal do prefeito.

Sem apresentar pesquisas, o prefeito disse que 70% da sociedade aprova seu governo, mas na realidade existe uma grande cobrança da população no sentido de que a Prefeitura socorra feirantes, alunos carentes da rede pública, pequenos comerciantes e a população carente da periferia. Até o pároco da cidade fez duras cobranças em plena missa dominical.

Pressionado pela opinião pública, o prefeito passou a isolar ruas e colocar tendas para atender os usuários da Caixa Econômica Federal que formam filas intermináveis ao relento da madrugada e debaixo de sol durante o expediente bancário.

Em seu pronunciamento, o prefeito elencou ações da prefeitura como a edição de decretos, treinamento de equipes, estruturação do Hospital Regional Sá Andrade, campanhas de esclarecimento, desinfecção e higienização de ruas, praças e logradouros públicos, três pontos de orientação aos usuários beneficiados com o Auxílio Emergencial do Governo Federal, distribuição de máscaras, acompanhamento dos casos testados positivos para a Covid-19 e distribuição de alimentos do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

Não foram anunciadas qualquer ajuda à população, programa de crédito, prorrogação de pagamento de impostos municipais ou distribuição de merenda aos alunos da rede pública municipal de ensino, o que frustrou àqueles que estão com pequenos comércios fechados sem qualquer faturamento, desempregados e feirantes, que esperavam ajuda financeira para atravessar o período de isolamento social.

O chefe do Executivo municipal também falou sobre os recursos destinados pelo Governo Federal para o município, afirmando que “torce para que eles cheguem”, pois ainda estariam sendo discutidos no Congresso Nacional. “Divulgam que a prefeitura recebeu recursos que ainda são discutidos no Congresso Nacional. Torço para que eles cheguem, pois serão usados para o bem da população”. Disse o prefeito Roberto Feliciano.

O prefeito se referia ao montante de R$ 4,9 milhões que serão destinados a Sapé pelo programa de socorro aos estados e municípios do Governo Federal, mas não se pronunciou sobre a aplicação dos R$ 836 mil reais já repassados ao município pelo Ministério da Saúde. O prefeito também criticou a proliferação de “fake news”, mas não deu mais detalhes sobre essas notícias mentirosas.

Da Redação do Portal GPS

Redação GPS
Protegido por Direitos Autorais. Compartilhe o conteúdo usando os botões das redes sociais no final da matéria.