Secretaria de Educação abre três salas de Atendimento Educacional Especializado (AEE) em Sapé

Secretaria de Educação abre três salas de Atendimento Educacional Especializado (AEE) em Sapé

250 estudantes das zonas rural e urbana estão sendo atendidos presencialmente em três núcleos equipados com salas de AEE

A Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Turismo da Prefeitura de Sapé abriu recentemente três salas de Atendimento Educacional Especializado (AEE). As salas estão localizadas nas escolas municipais Cassiano Ribeiro Coutinho, Júlia Figueiredo e Alfredo Coutinho com o objetivo de atender toda a rede de ensino. Aos estudantes da zona rural, será disponibilizado um transporte pré-agendado conforme necessidade, considerando que o atendimento ocorre de segunda a sexta-feira de forma presencial. 

Os núcleos de AEE contam com equipes multidisciplinares, formadas por professores habilitados na área, psicólogos, psicopedagogos, coordenador de AEE, intérpretes de Libras e cuidadores.

Os atendimentos nas salas de AEE estão sendo feitos de modo presencial, realizados através de agendamentos. Foram realizadas mais 250 matrículas nas salas de AEE de estudantes da rede pública municipal de ensino, com as mais diversas deficiências. A coordenação do projeto é da professora Vanessa Lira (subgerente de Educação Especial e Inclusiva) e do professor Ian Lucas (coordenador das salas de AEE), ambos especializados na área de inclusão.As salas de AEE apresentam recursos didáticos, equipamentos adequados ao atendimento, materiais audiovisuais, além de uma equipe multidisciplinar formada por Psicopedagoga, Psicóloga, Pedagogo e Nutricionista.

As salas visam oferecer atendimento pedagógico e emocional especializado, planejado de acordo com as especificidades dos estudantes com deficiência. “As crianças ficaram durante toda a pandemia sem assistência adequada. Conseguimos montar as salas, as equipes multidisciplinares e promovemos formação docente para toda a rede em Educação Especial e Inclusiva com a participação de vários especialistas na área. Visando diminuir o déficit de aprendizagem, buscamos oferecer atendimento presencial seguindo todos protocolos sanitários, atendendo de forma individualizada a todos os estudantes da rede que necessitam e têm o direito a um atendimento adequado.” Enfatizou a professora Fernanda Mendes, secretária municipal de Educação.

Da redação do Portal GPS.

Redação GPS

Seu comentário é muito importante para nós.

Protegido por Direitos Autorais. Compartilhe o conteúdo usando os botões das redes sociais no final da matéria.