Sapé amplia flexibilização para nível de mobilidade reduzida de acordo com a bandeira amarela

Redação GPS em GPS
O site Gestão Pública e Sociedade - GPS (www.gestaopublicaesociedade.com.br) é uma iniciativa de cidadãos preocupados em acompanhar, interagir e participar da gestão pública, fiscalizando recursos, denunciando abusos e desvios, combatendo a corrupção e atuando ativamente através de ferramentas e instituições públicas, privadas e não governamentais para melhorar a qualidade da política e a eficiência e eficácia na gestão pública.
Redação GPS

3ª avaliação do Plano Novo Normal confere bandeira amarela para o município de Sapé. Shopping, comércio, camelôs, setor de serviços e escolinhas de esportes podem abrir seguindo normas de higiene e evitando aglomerações

O município de Sapé passou do nível de mobilidade restrita para o nível de mobilidade reduzida de acordo com a 3ª avaliação do Plano Novo Normal do Governo do Estado da Paraíba. Essa etapa avaliativa confere a Sapé a bandeira amarela que dá mais flexibilidade ao isolamento social imposto pela pandemia do novo Coronavírus. As novas bandeiras que estabelecem a matriz de orientação para a retomada gradual das atividades em toda a Paraíba já estão disponíveis na página  oficial do Governo do Estado (https://paraiba.pb.gov.br/diretas/saude/coronavirus/novonormalpb).

As cores das bandeiras subsidiam os gestores municipais na tomada de decisões acertadas para evitar o aumento da propagação do novo coronavírus, permitindo o retorno seguro e paulatino das atividades econômicas, levam em consideração as taxas de obediência ao isolamento, progressão de casos novos da Covid-19 e ocupação hospitalar e são analisadas cumulativamente em intervalos de 15 dias.

O prefeito de Sapé, Roberto Feliciano (Cidadania), tem seguido o Plano Novo Normal do Governo do Estado, assim, espera-se para as próximas horas o novo decreto municipal ratificando a 3ª avaliação o Plano, aplicando-se a flexibilização no isolamento social de acordo com a bandeira amarela em que o município foi enquadrado.

Os dados apontam que 182 (82%) municípios possuem bandeira amarela, onde residem 86,95% da população paraibana. Dentre os municípios que receberam a bandeira amarela nesta etapa estão Sapé, João Pessoa, Campina Grande, Cabedelo, Guarabira, Itaporanga e Monteiro. Nenhum município da Paraíba obteve a bandeira vermelha na terceira avaliação, que tem vigência entre os dias 13 e 27 de julho. A classificação permite o funcionamento do comércio varejista e do transporte coletivo municipal, de acordo com os protocolos obedecidos pelas autoridades competentes.

Já Bayeux e Santa Rita, na Grande João Pessoa, se mantiveram com bandeira laranja. Princesa Isabel, Matureia e Bonito de Santa Fé, que antes estavam na bandeira amarela, passaram agora para a bandeira laranja e devem manter apenas o funcionamento de atividades essenciais, sem a necessidade de restrição de circulação de pessoas.

Os municípios de Barra de Santana, Belém do Brejo do Cruz, Matinhas, Santo André e São João do Rio do Peixe estão com sinalização verde, o que permite a retomada de todos os segmentos da atividade econômica, exceto atividades escolares e acadêmicas presenciais, levando em consideração os protocolos recomendados pelas autoridades sanitárias para cada área.  

Nos municípios com bandeira amarela, funcionam os já autorizados nas bandeiras vermelha e laranja, além de hotéis, pousadas e afins; comércio; shoppings centers; comércio popular (camelôs) e serviços em geral; escolinhas de esporte sem contato físico (natação e tênis, por exemplo).

Estão liberados para o funcionamento, em qualquer bandeira, salões de beleza e barbearias, atendendo exclusivamente por agendamento prévio e sem aglomeração de pessoas nas suas dependências e observando todas as normas de distanciamento social; shoppings centers, exclusivamente para entrega de mercadorias por meio de (delivery), inclusive por aplicativos, e como pontos de retirada de mercadorias (drive trhu), vedado, em qualquer caso, o atendimento presencial de clientes dentro das suas dependências; as lojas e estabelecimentos comerciais, exclusivamente para entrega de mercadorias (delivery); missas, cultos e demais cerimônias religiosas poderão ser realizadas online, por meio de sistema de drive-in e nas sedes das igrejas e templos, neste caso com ocupação máxima de 30% da capacidade e observando todas as normas de distanciamento social; hotéis, pousadas e similares, exclusivamente para atendimentos relacionados à pandemia do novo coronavírus; estabelecimentos que trabalham com locação de veículos; e treinamentos de atletas profissionais, observando todas as normas de distanciamento social.

O plano ‘Novo Normal Paraíba’ foi viabilizado devido à consistente ampliação das capacidades de resposta do Sistema de Saúde paraibano; ao aumento da testagem da população; e aos avanços das medidas para desaceleração paulatina da disseminação do vírus; além da manutenção da menor taxa de letalidade da região Nordeste.

Da Redação do Portal GPS com dados do Governo do Estado da Paraíba.

Sapé recebe bandeira laranja e poderá flexibilizar o distanciamento social

Redação GPS em GPS
O site Gestão Pública e Sociedade - GPS (www.gestaopublicaesociedade.com.br) é uma iniciativa de cidadãos preocupados em acompanhar, interagir e participar da gestão pública, fiscalizando recursos, denunciando abusos e desvios, combatendo a corrupção e atuando ativamente através de ferramentas e instituições públicas, privadas e não governamentais para melhorar a qualidade da política e a eficiência e eficácia na gestão pública.
Redação GPS

Administração pública poderá adotar regime de home office. Salões de beleza, barbearias, missas e cultos podem abrir ao público obedecendo a critérios específicos

Governo do Estado da Paraíba divulgou, neste sábado (13), as bandeiras do plano ‘Novo Normal Paraíba’ que estabelecem a matriz de orientação para a retomada gradual das atividades em todo o Estado a partir da próxima segunda-feira (15). O município de Sapé e outros 125 municípios paraibanos receberam bandeira laranja e poderão flexibilizar algumas atividades privadas e adotar o regime de home office na administração pública. Apenas o município de Cacimbas recebeu a bandeira verde.

O sistema de bandeiras também será capaz de subsidiar os gestores municipais na tomada de decisões acertadas e seguras para a população dos 223 municípios da Paraíba.  De acordo com os dados já disponíveis no site do coronavírus (paraiba.pb.gov.br/coronavirus), 126 (56%) municípios estão enquadrados na bandeira laranja; 82 (37%) na bandeira amarela; 14 (6%) na bandeira vermelha;  e um (1%) na bandeira verde. Confira a lista completa dos municípios paraibanos e suas respectivas bandeiras.

Em Sapé e nos demais municípios sinalizados com bandeira laranja e vermelha, poderão funcionar atividades essenciais, como agropecuária; cadeia produtiva e atividades acessórias essenciais; bancos, casas lotéricas, correspondentes bancários e seguradoras; empresas de telecomunicação, comunicação e imprensa; distribuidoras e geradoras energia, atividades de extração, produção, siderúrgica e afins; transporte, armazenagem, empresas de logística, Correios e manutenção de veículos automotores; supermercados e afins; serviços de Saúde; tratamento de água e esgoto e coleta de resíduos; administração pública (observada a adoção regimes home office), além dos já sinalizados com adequações para funcionamento.

Será liberado para o funcionamento, em qualquer bandeira, salões de beleza e barbearias, atendendo exclusivamente por agendamento prévio e sem aglomeração de pessoas nas suas dependências e observando todas as normas de distanciamento social; shoppings centers, exclusivamente para entrega de mercadorias por meio de (delivery), inclusive por aplicativos, e como pontos de retirada de mercadorias (drive trhu), vedado, em qualquer caso, o atendimento presencial de clientes dentro das suas dependências; as lojas e estabelecimentos comerciais, exclusivamente para entrega de mercadorias (delivery); missas, cultos e demais cerimônias religiosas poderão ser realizadas online, por meio de sistema de drive-in e nas sedes das igrejas e templos, neste caso com ocupação máxima de 30% da capacidade e observando todas as normas de distanciamento social; hotéis, pousadas e similares, exclusivamente para atendimentos relacionados à pandemia do novo coronavírus; estabelecimentos que trabalham com locação de veículos; e treinamentos de atletas profissionais, observando todas as normas de distanciamento social.

Mesmo com a flexibilização do isolamento social no município, muitas pessoas preferem não se arriscar e permanecerão em casa, pois justificam que os números de infectados e casos suspeitos só crescem no município e temem pelas suas vidas e de seus familiares. O Boletim Epidemiológico aponta 375 infectados em Sapé neste Sábado (13).

O plano ‘Novo Normal Paraíba’ foi viabilizado devido à consistente ampliação das capacidades de resposta do Sistema de Saúde paraibano, com a oferta de mais de mil leitos para os cuidados demandados pela Covid-19 em toda a Paraíba; ao aumento da testagem da população; e aos avanços das medidas para desaceleração paulatina da disseminação do vírus; além da manutenção da menor taxa de letalidade da região Nordeste. As diretrizes também foram discutidas com representantes da sociedade civil e do setor produtivo, com o objetivo de implementar e avaliar ações e medidas estratégicas de enfrentamento à pandemia decorrente do coronavírus.

O Governo do Estado manterá uma avaliação contínua das informações de todos os municípios paraibanos, levando em consideração a progressão de casos novos ao longo do dia, a taxa de letalidade, a obediência ao isolamento social e a taxa de ocupação de leitos, medidas em um intervalo de 15 dias.

Da Redação do Portal GPS

Erros e divergências são detectados no Boletim Epidemiológico do município de Sapé e prefeito emite versão corrigida dos dados

Redação GPS em GPS
O site Gestão Pública e Sociedade - GPS (www.gestaopublicaesociedade.com.br) é uma iniciativa de cidadãos preocupados em acompanhar, interagir e participar da gestão pública, fiscalizando recursos, denunciando abusos e desvios, combatendo a corrupção e atuando ativamente através de ferramentas e instituições públicas, privadas e não governamentais para melhorar a qualidade da política e a eficiência e eficácia na gestão pública.
Redação GPS

Pela segunda vez os dados divulgados no boletim oficial de Sapé divergem dos dados divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde. Boletim de Sapé também mostra falhas até mesmo entre suas edições. Paraíba é o 6º estado no ranking de transparência de dados sobre a pandemia

A prefeitura de Sapé vem divulgando edições diárias do Boletim Epidemiológico no Instagram pessoal do Prefeito de Sapé, Flávio Roberto Feliciano (Cidadania). Na edição de hoje (05), o boletim mais uma vez apresentou dados divergentes em relação ao boletim divulgado pelo Governo do Estado, que também é divulgado diariamente. O boletim do Estado aponta 54 casos confirmados em Sapé, enquanto o boletim do município apresentava 55 casos confirmados.

Outra divergência no número de casos confirmados de Covid-19 em Sapé foi observada no último dia 01/05. O boletim oficial da Secretaria de Estado da Saúde registrava 28 casos confirmados no município, enquanto no boletim epidemiológico do município o número de casos testados positivo era de 31.

Mas o Boletim Epidemiológico de Sapé também mostra erros entre suas próprias edições. Na edição de ontem (04), o número de casos descartados era 55. Na versão de hoje o número era de 52, fato que demonstra erro evidente, pois esse número é somatório e não pode apresentar diminuição. O secretário municipal de Saúde, Júnio Leal, disse em vídeo publicado nas redes sociais que os dados apresentados no boletim municipal são do Estado. “Esses boletins que sai não é Sapé que publica. Esse boletim é oficial do Estado”, disse Júnior Leal, deixando claro que o município não tem um sistema próprio de apuração dos dados e apenas reproduz dados do Governo do Estado.

Assista ao vídeo publicado pelo Secretaria de Saúde de Sapé: https://www.instagram.com/p/B_nDqiHJgN4/

Após a verificação do erro, o prefeito divulgou nova versão com o boletim corrigido.

Boletim Corrigido

Paraíba é o 6º no ranking de transparência de dados sobre o Coronavírus

Menos da metade dos Estados brasileiros divulga dados detalhados sobre o Coronavírus. É o que mostra um levantamento da Open Knowledge Brasil (OKBR), uma organização sem fins lucrativos que avalia a transparência e a condição da abertura de dados públicos em mais de 60 países.

Segundo a pesquisa, apenas 32% das unidades federativas compartilham de maneira satisfatória informações sobre a pandemia. Além disso, 39% dos Estados ainda não conseguiram alcançar o nível bom de transparência.

A entidade criou o ranking com um índice baseado em dados sobre a Covid-19 publicados pela União e pelos Estados em seus portais oficiais. A pontuação varia de 0 a 100 e é distribuída em nível de transparência de cores que vai do opaco ao baixo, médio, bom e alto.

O Estado da Paraíba aparece em 6º no ranking, atrás de Pernambuco e Rondônia (1º lugar); Ceará (2º lugar); Espírito Santo (3º lugar); Minas Gerais (4º lugar); Amapá e Goiás (5º lugar) e Distrito Federal que aparece em 6º lugar junto com a Paraíba . O ranking da transparência nos dados da pandemia de Coronavírus demonstra a confiabilidade nos dados divulgados pelo Governo do Estado da Paraíba.

Da Redação do Portal GPS com informações do UOL com o Governo do Estado da Paraíba

Saúde de Sapé recebe mais R$ 200 mil para combate ao Coronavírus

Redação GPS em GPS
O site Gestão Pública e Sociedade - GPS (www.gestaopublicaesociedade.com.br) é uma iniciativa de cidadãos preocupados em acompanhar, interagir e participar da gestão pública, fiscalizando recursos, denunciando abusos e desvios, combatendo a corrupção e atuando ativamente através de ferramentas e instituições públicas, privadas e não governamentais para melhorar a qualidade da política e a eficiência e eficácia na gestão pública.
Redação GPS

Verbas específicas para saúde combater o vírus já ultrapassam R$ 836 mil e recursos chegarão a R$ 4,9 milhões. Emendas parlamentares serão repassadas ainda esta semana. Portal da Transparência de Sapé traz dados do Coronavírus de 2019

O Fundo Municipal de Saúde de Sapé recebeu no último dia 28/04 mais uma parcela dos recursos do Governo Federal para o combate ao Coronavírus. Ao município de Sapé foi repassado o montante de R$ 200 mil como incremento temporário ao custeio dos serviços de atenção básica em saúde para cumprimento de metas. Uma espécie de parcela extra dos recursos já recebidos mensalmente. Os recursos foram transferidos pelo Ministério da Saúde para Estados e municípios. Com este repasse, o montante destinado à Saúde de Sapé já totaliza R$ 836.024,59.

Dados do Portal da Transparência do Governo Federal

O município ainda vai receber as transferências das emendas parlamentares. Essas emendas abrangem a saúde e outros setores da gestão pública. Segundo o Ministério da Saúde, já foram pagos R$ 2,5 bilhões em emendas parlamentares e mais R$ 1 bilhão vai ser liberado na primeira semana de maio para diversos municípios. Diversos parlamentares destinaram emendas para o município de Sapé.

O Plenário do Senado também aprovou neste sábado(2) o Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus (PLP 39/2020), que prestará auxílio financeiro de R$ 125 bilhões a estados e municípios para combate à pandemia da covid-19. O valor inclui repasses diretos e suspensão de dívidas. Com uma população estimada em 52.625 mil habitantes, o município de Sapé deve receber o montante de R$ R$ 4.967.919,93, o que corresponde a 1,31% dos recursos do Programa.

O Portal GPS fez uma pesquisa hoje (03) ao Portal da Transparência do Município de Sapé, mas o site encontra-se desatualizado e, mesmo o cabeçalho do Portal informando que os dados foram atualizados em 30/04/2020, às 15h56, as informações dos recursos da Covid-19 são do ano 2019, quando ainda nem existia notificação do vírus no mundo. O Portal da Transparência de Sapé recebeu nota 4 em transparência pelo Tribunal de Contas do Estado.

Da Redação do Portal GPS, com informações dos sítios oficiais do Governo Federal

Wilson Braga e Lúcia estão internados com suspeita de coronavírus, diz colunista

Redação GPS em GPS
O site Gestão Pública e Sociedade - GPS (www.gestaopublicaesociedade.com.br) é uma iniciativa de cidadãos preocupados em acompanhar, interagir e participar da gestão pública, fiscalizando recursos, denunciando abusos e desvios, combatendo a corrupção e atuando ativamente através de ferramentas e instituições públicas, privadas e não governamentais para melhorar a qualidade da política e a eficiência e eficácia na gestão pública.
Redação GPS

O colunista Abelardo Jurema Filho informou que o ex-governador da Paraíba, Wilson Braga e sua esposa, Lúcia, estão internados em um hospital particular de João Pessoa, com suspeita de coronavírus


O colunista Abelardo Jurema Filho informou que o ex-governador da Paraíba, Wilson Braga e sua esposa, Lúcia, estão internados em um hospital particular de João Pessoa, com suspeita de coronavírus
Lúcia e Wilson Braga

 O colunista Abelardo Jurema Filho informou que o ex-governador da Paraíba, Wilson Braga e sua esposa, Lúcia, estão internados em um hospital particular de João Pessoa, com suspeita de coronavírus.

Abelardo noticiou que o quadro de Lúcia é complicado e ela estaria na Unidade de Terapia Intensiva ( UTI). Wilson Braga esta no apartamento.

Wilson Braga foi governador e Lúcia ex-deputada.

Protegido por Direitos Autorais. Compartilhe o conteúdo usando os botões das redes sociais no final da matéria.